SC Régua 0 - 2 Montalegre
29 Nov 2015 - 15:00Estádio Municipal Artur Vasques Osório - Peso da Régua

Ficha de jogo

 

SC Régua

Equipa: Cláudio, Leandro (Daniel Valente), Patrick, André Silva, Simão, Luisinho (Nuno Ferraz), Zé Pedro, Diogo Jerónimo, João Nuno, Márcio e António (Leonardo).

Cartão Amarelo: Luisinho

Cartão Vermelho: Márcio

Treinador: João Valente

Montalegre

Equipa: Vieira, Zé Vítor, Gabi, Leonel Fernandes, Igor, Chico, Zé Luís, Asprillia, Zack, Renteria e Badará.

Golos: Michel 47’ e Gabi (gp) 58’

Cartão Vermelho: Zack

Treinador: Paulo Viage

 

Montalegre “levado ao Colo” vence na Régua

Bom jogo de futebol este a que se pode assistir no Artur Vasques Osório, que opôs frente a frente talvez duas das melhores equipas da divisão de honra e nesta jornada igualadas na primeira posição, com a formação do Montalegre a ter ainda dois jogos a menos.

Começou bem o SC Régua que dominou as operações na primeira parte. A formação da casa estava pressionante e não deixava que a experiente equipa do Montalegre subisse no terreno. Apenas em lances rápidos de contra ataque os visitantes conseguiam chegar á grande área reguense mas sempre sem perigo. Por seu lado o SC Régua ia jogando um futebol rápido mas falhando apenas no último passe. Aos 20 minutos, sensação de golo no Estádio quando Simão na sequência de um canto, cabeceia às malhas laterais da baliza de Vieira. Diogo Jerónimo e Márcio estavam irrequietos e os visitantes recorriam muitas vezes á falta para os travar.

Num lance de ataque rápido, aos 38 minutos, Márcio surge isolado descaído para a direita e é rasteirado. O árbitro da partida Rui Silva, que ia mostrar e bem o cartão vermelho é avisado pelo seu fiscal de linha que era falta para amarelo e recua na sua decisão. Erro gravíssimo de Rui Silva. Márcio estava isolado e nada mais havia a fazer que não mostrar o cartão vermelho ao jogador do Montalegre. Rui Silva explica que iam 3 jogadores atrás… bem na verdade até estava a equipa toda. O que conta é quem está á frente e neste caso apenas o guarda-Redes Vieira.

Perto do final da primeira parte, o Montalegre consegue na única vez que chega á baliza Reguense criar perigo após um alívio de Cláudio que saiu da baliza mas Patrick bem consegue cortar a bola perto da linha de golo.

Ao intervalo o resultado era um empate, com a formação Reguense a estar melhor no terreno de jogo.

Na segunda parte, o Montalegre não podia ter começado melhor, com o recém-entrado Michel a marcar o 0-1. A equipa reguense não consegue mandar a bola fora e a formação visitante aproveita para marcar.

Embalado pelo golo, o Montalegre ia criar mais uma oportunidade de golo aos 53 minutos com Renteria isolado a permitir a defesa de Cláudio. A formação Reguense pareceu algo perturbada com o golo sofrido e custou a reagir.

À passagem do minuto 58, mais um escândalo nesta partida. Um jogador do Montalegre surge isolado na esquerda e Márcio na ajuda defensiva corta a bola. Rui Silva bem colocado manda o jogador do Montalegre levantar-se, para no segundo imediato e após indicação novamente do seu árbitro auxiliar e mais mal colocado assinalar grande penalidade. Na sequência do lance já não hesitou em expulsar o jogador reguense. Uma vergonha para a arbitragem e para o futebol este lance. Rui Silva, árbitro que ainda há bem pouco tempo andou na primeira categoria não pode ter uma atitude destas. Se viu o lance tem que decidir em sua consciência. Na sequência do mesmo, Gabi não desperdiça e marca o 0-2.

Este lance enervou ainda mais os Reguenses mas mesmo assim com a força, garra e determinação desta equipa, nunca desistiram e foram á procura do golo.

Aos 69 minutos, João Nuno tem uma grande jogada pela direita, onde serve Diogo Jerónimo que tem um remate acrobático a passar rente ao poste.

Dois minutos depois, Zack é expulso no Montalegre. Nada a dizer neste lance, aliás, já não deveria ter sido o primeiro jogador visitante a ser expulso mas Ruis Silva perdoou vários amarelos.

Aos 82 minutos, lance de dúvida na área do Montalegre com Diogo Jerónimo a cair após choque com Leonel Fernandes. O jogador reguense sofre contacto mas a falta… é assinalada ao contrário. Mais uma vez dualidade de critérios. Aos 84 minutos, Zé Pedro dentro da área e perto do poste esquerdo remata, para o jogador do Montalegre cortar a jogada com o braço. Grande penalidade para o SC Régua e… cartão amarelo para o jogador do Montalegre!!! Se não existisse o corte a bola ia para a baliza mas o cartão mais uma vez foi o errado.

André Silva chamado á conversão, atira por cima. Poderia ter dado aqui uma nova emoção ao final da partida mas o azar também esteve com o SC Régua.

Vitória do Montalegre que assim se isola no comando da divisão de honra, mas sem brilho e manchada por uma má arbitragem de Rui Silva e o seu auxiliar Bruno Trindade. Mau demais para ser verdade. Com a experiência deste árbitro pedia-se mais e essencialmente que passasse despercebido neste jogo, onde acabou por ser a figura pela negativa.

Assim é complicado vencer. Um equipa lutadora, com garra e dedicação como o SC Régua, não consegue vencer uma equipa como a do Montalegre (“paga a peso da ouro” e com bons jogadores) com um campo muito inclinado. Parece que o Montalegre quer subir a todo o custo e o SC Régua assusta. Nos últimos 3 jogos entre estas equipas, as arbitragens foram por demais tendenciosas e com influência direta nos resultados. Jogo do campeonato do último ano, final da taça e nesta jornada.

Com tudo e contra todos, esta equipa Reguense vai lutar até ao fim.

Pelo Régua… Tudo!!!

Fcardoso1

 

 

 DSC_0101DSC_0093 DSC_0091 DSC_0085DSC_0084 DSC_0083 DSC_0079 DSC_0078DSC_0077 DSC_0074 DSC_0070 DSC_0068DSC_0065 DSC_0060 DSC_0055 DSC_0108DSC_0108 DSC_0101 DSC_0093 DSC_0091DSC_0085