SC Régua 4 - 1 GD Salto
03 Abr 2016 - 16:00Estádio Municipal Artur Vasques Osório - Peso da Régua

Ficha do Jogo

24ª Jornada da Divisão de Honra da AF Vila Real / 03 de Abril de 2016

Estádio Artur Vasques Osório

SC Régua 4 – Salto 1

Árbitro: Ricardo Pinto

 

SC Régua: Francisco, João Pinto (João Jerónimo), José Nuno, Patrick, Rafa (Márcio), Luisinho, Zé Pedro, Simão, João Nuno, António (Cristiano) e Diogo Jerónimo.

Golos: João Nuno 48’, 87’ e 92’ e Zé Pedro 53’

Cartões amarelos: Patrick, Diogo Jerónimo, Simão, Luisinho e Cristiano.

Treinador: João Valente

 

Susto inicial, acabou depois em goleada

Jogo realizado no Estádio Artur Vasques Osório, marcado pelo minuto de silêncio realizado em memória de Cândido Lopes, jovem atleta do Salto que faleceu esta semana. Os seus colegas realizaram uma solene homenagem em sua memória.

Relativamente ao jogo em si, assistiu-se a uma primeira parte atípica, com a formação do SC Régua, natural favorita neste encontro a praticar um futebol lento e algo trapalhão, fruto talvez de algumas alterações efetuadas pelo mister João Valente.

Aos 10 minutos, João Nuno remata de primeira para boa defesa do guardião adversário.

Aos 25 minutos, praticamente na única vez que o Salto vai á baliza reguense, marca. A equipa da casa não aliviou a bola tão rápido como devia e Andri acreditou e marcou o golo, com dedicatória especial a Cândido Lopes.

O SC Régua mal conseguiu reagir mas aos poucos tentava subir no terreno perante um frágil Salto mas que ia dando conta do recado. Aos 30 minutos numa jogada rápida de ataque reguense, Luisinho remata á barra, para aos 40 minutos ser António a permitir nova defesa do guardião visitante.

Terminava assim a primeira parte com um surpreendente resultado no marcador,0-1 para o Salto.

Na segunda parte, João Valente fez entrar Márcio e logo aos 48 minutos o SC Régua chega ao empate através de um cabeceamento de João Nuno. Empolgada e a toda a velocidade a formação do SC Régua aparecia para estes segundo 45 minutos transfigurada e aos 53, dava a remontada no marcador. Boa jogada de ataque com vários jogadores na frente e Zé Pedro remata para o fundo das redes.

A formação da casa carregava e o Salto pouco podia fazer, perante forte pressão e velocidade dos jogadores reguenses. Iam desperdiçando oportunidades de golo e sujeitavam-se a que num lance fortuito sofressem novo golo.

O árbitro da partida não viu duas faltas para grande penalidade, cometidas sobre António e Zé Pedro. Faltas claras dentro da área que poderiam ter dado outro rumo ao marcador.

Aos 83 minutos, a formação do Salto está mesmo perto do empate. Valeu primeiro Francisco com uma boa defesa e na recarga o corte de Patrick.

Ao minuto 85, João Nuno está perto do golo mas a bola por pouco não entra, mas ao minuto 88 o mesmo João Nuno sela a vitória com um bom golo.

Para fechar o jogo e já em tempo de descontos, João Nuno assinala o seu Hat-trick, colocando o resultado final em 4-1.

Ricardo Pinto tinha tudo para ter uma arbitragem tranquila mas complicou em certos momentos. Não viu duas grandes penalidades a favor do SC Régua e poderia ter mostrado mais cartões.

Vitória justa do SC Régua, principalmente pelo que fez na segunda parte, já que a primeira foi para esquecer. Uma palavra para a formação do Salto que deve ter tido uma semana complicada mas que tudo fez para homenagear o seu colega.

Pelo Régua… Tudo!!!

Fcardoso1

Fotos: Eduardo Ribeiro (SC Régua)

Scregua_Salto_201516_1 Scregua_Salto_201516_2 Scregua_Salto_201516_3 Scregua_Salto_201516_4 Scregua_Salto_201516_5 Scregua_Salto_201516_6