17ª Jornada da Divisão de Honra da AF Vila Real / GD Chaves B 1 – SC Régua 0

17ª Jornada da Divisão de Honra da AF Vila Real / 04 de Fevereiro de 2018

Campo de Treinos do GD Chaves

GD Chaves B 1 – SC Régua 0

Árbitro: Rui Silva

 

GD Chaves: Nuno Dias, Ricardo, Francisco, Laton, Mika, Simão Martins, Batxi (Afonso), Gustavo, Ruca (Lamine), Sabimbi e Simão Júnior.

Suplentes não utilizados: João Paulo, Helder Almeida, Canina, Rafa e Faisal.

Cartões amarelos: Gustavo, Simão Martins e Lamine.

Golo: Simão Júnior 45’

Treinador: Carlos Guerra

 

SC Régua: Bruno Santos, Alberto, Úmaro, Nuno Peixoto, Tozé (Max), Candé (Tiago Gomes), Bé, Zé Pedro, Juninho, Musa (Tiago Barroteiro) e Daniel.

Suplentes não Utilizados: André Aranha, Nando, Zé Roberto e Paulo Machado.

Cartões amarelos: Bé, Candé e Tiago Barroteiro

Treinador: Marco Maleiro

 

SC Régua perde oportunidade de se isolar no comando

Jogo disputado no Campo de Treinos do GD Chaves, num encontro de grande emoções onde se defrontavam o primeiro e o terceiro classificados. Jogo emotivo e que levou muito adeptos reguenses até a cidade de Chaves para apoiar a sua equipa.

Esperava-se um jogo táctico mas de boa qualidade mas por sorte os adeptos não pagaram bilhete, porque assistiu-se a um jogo de fraca qualidade.

Muita ansiedade nas equipas para um jogo de candidatos, onde só no minuto 11 o SC Régua está perto do golo através de um livre direto de Juninho, com uma boa defesa do guarda-redes do Chaves.

Aos 29 minutos é a vez do Chaves num livre direto na esquerda enviar a bola á trave. Quando o jogo se encaminhava para o intervalo com algumas decisões polémicas de Rui Silva, eis que o seu arbitro assistente Sérgio Faceira se queixa que alguém do publico atirou algum objecto para o relvado. De imediato Rui Silva interrompe o jogo, suspendendo o mesmo por cerca de 30 minutos até que as forças de segurança afastassem os adeptos de ambas das equipas da vedação. Apesar de se condenar quem atirou o objecto para o relvado, não atingindo ninguém, diga-se que aquele campo não tinha condições de segurança para receber um jogo deste calibre. Culpa da AF Vila Real que autorizou a realização do jogo naquele local e do árbitro da partida que deveria ter identificado as condições do campo.

Após a interrupção e já em cima do intervalo, um lançamento lateral longo do Chaves, para a grande área onde nas alturas Simão Júnior de cabeça bate Bruno Santos.

Para a segunda parte esperava-se um SC Régua mais pressionante e foi isso que aconteceu mas apesar dessa pressão, o guardião do Chaves nunca foi verdadeiramente incomodado. O SC Régua queria chegar rapidamente ao golo do empate mas nem sempre as jogadas saiam bem. Muitas vezes falhava o ultimo passe e bombeavam muitas bolas para a área onde o Chaves as cortava facilmente.

O SC Régua não permitiu que o Chaves passasse do seu meio campo até aos 70 minutos mas também nunca criou verdadeiro perigo. Quem criou perigo foi o Chaves ao minuto 80 num grande remate fora da área á trave por Ruca.

Até ao final o SC Régua tentou de tudo para pelo menos chegar ao empate mas esta era uma tarde não para os pupilos de Marco Maleiro. Num campo de dimensões reduzidas os jogadores do SC Régua não conseguiram explanar o seu futebol ficando abaixo das expectativas para tristeza dos muitos adeptos reguenses que se deslocaram a chaves para apoiar a equipa.

Rui Silva teve uma arbitragem infeliz e sem qualidade. Para além de ajuizar mal alguns lances, durante largos minutos não exibiu o cartão amarelo aos jogadores e quando avisou que era a ultima vez que avisava, não cumpriu com a sua palavra. Perdoou a expulsão ao lateral Simão Martins por duas vezes, mesmo depois de o avisar que na próxima não perdoava. Manteve o jogo interrompido por 30 minutos por causa um objecto atirado para o relvado e que não atingiu ninguém. Bastava ter solicitado ás forças de segurança para se deslocarem para o local para garantirem a segurança no jogo mas quando se realizam e autorizam jogos neste campos, já nada de pode dizer. Independentemente do jogo se poder até ter realizado no Estádio principal do Chaves, este campo de treinos não apresentava as condições de segurança necessária para um jogo destes.

Pelo Régua… Tudo!!!

 

Fotos: Eduardo Ribeiro (SC Régua)