12ª Jornada da Divisão de Honra da AF Vila Real / FC Fontelas 0 – SC Régua 7

12ª Jornada da Divisão de Honra da AF Vila / 03 de Dezembro de 2017

Estádio Municipal Dr. Rui Machado

FC Fontelas 0 – SC Régua 7

Árbitro: Mauro Henriques

 

SC Régua: Bruno Santos, Alberto, Úmaro, Nuno Peixoto, Caio (Paulo Machado), Bé (Nando), Musa (Candé), Márcio (Tozé), Daniel, Juninho e Zé Pedro

Suplentes não utilizados: André Aranha, Zé Roberto e Ruben Cabral

Cartões amarelos: Bé e Bruno Santos

Golos: Juninho 14’ e 89’, Daniel 24’ e 84’, Zé Pedro 43´ e 77’, Paulo Machado 82’.  

Treinador: Marco Maleiro

 

Vitória natural do SC Régua

Jogo realizado no Estádio Municipal Dr. Rui Machado em Fontelas, onde a formação do SC Régua procurava continuar no rumo das vitórias. Neste derby reguense, a formação visitante era claramente favorita e fez prevalecer esse estatuto.

Com um jogo praticamente de sentido único, a formação reguense entrou confiante e decidida a resolver cedo a partida. O futebol de ataque foi uma constante e por vezes as jogadas não saiam como os jogadores queriam.

Logo aos 4 minutos, Bé salta no meio campo com um adversário e corta a bola de cabeça, dando um ligeiro encosto num adversário. O árbitro da partida incompreensivelmente mostra o cartão amarelo.

 Logo de seguida um momento de apreensão no Estádio com o Guardião reguense Bruno Santos a cair desamparado e a bater com a cabeça no chão. Momento de preocupação entre os adeptos, mas Bruno Santos conseguiu recompor-se e fazer o jogo todo.

O primeiro golo chegou á passagem do minuto 14. Cruzamento rasteiro de Márcio e Juninho oportuno a encostar para o golo.

Aos 24 minutos chega o 2-0. Grande jogada de Daniel pela esquerda que leva a bola fintando vários jogadores e já perto da baliza finaliza.

Aos 29 minutos, uma grande oportunidade para Ùmaro ampliar o marcador mas o cabeceamento sai a milímetros do poste da baliza de Francisco.

Só perto do intervalo, aos 43 minutos é que chegou o terceiro golo e desta vez por Zé Pedro. Grande jogada de ataque com Alberto a cruzar e Zé Pedro de cabeça a não perdoar.

Destaque ainda nesta primeira parte para a saída do defesa direito Hugo Ermida do Fontelas por lesão.

Na segunda parte o Fontelas veio mais atrevido e a tentar surpreender o SC Régua. Numa jogada em velocidade, Bruno Santos sai bem da baliza e corta a bola com os pés. Gilson ao disputar a bola cai e o árbitro marca uma grande penalidade absolutamente absurda. Só ele é que viu que Bruno não corta a bola. Até mesmo os jogadores adversários não acreditavam na decisão. Na marcação da grande penalidade, Gilson atira á trave e na recarga Bruno Santos faz uma excelente defesa.

No minuto seguinte na área contrária, um jogador reguense cabeceia a bola e cai. O árbitro decide marcar outra grande penalidade a favor do SC Régua que também não se compreende. Juninho na marcação permite a defesa de Francisco. Duas grandes penalidades em dois minutos, uma para cada lado e ambos falhadas.

A meio da segunda parte um dos defesas centrais do Fontelas vê o segundo cartão amarelo e é expulso.

O SC Régua continuava a atacar de todas as formas mas a bola não queria entrar. No entanto ao minuto 80, Daniel ganha a bola em velocidade e cruza rasteiro para Zé Pedro fazer o 4-0.

Com a equipa visitante já sem forças e desorientada com menos um homem em campo, o SC Régua faz o 5-0 aos 82 por Paulo Machado. Depois de enviar a bola ao poste e duas recargas seguidas, á terceira a bola entrou de vez na baliza.

Com a corda toda, aos 84 minutos a equipa visitante faz o 6-0 com Daniel a marcar um grande golo de pé esquerdo.

Mesmo perto do final do encontro chega o 7-0 final com Tozé a ter uma grande jogada na esquerda e a servir Juninho para o golo.

Vitória correta do SC Régua que poderia ter marcado mais golos nesta partida de sentido único. A equipa do Fontelas apesar das suas limitações fez um bom jogo e mostrou que pode conquistar mais pontos neste campeonato com outras equipas que estas candidatas ao titulo.

Uma palavra especial para o guarda-redes reguense Bruno Santos que no final do encontro não se sentiu bem, depois de ter batido com a cabeça no chão ainda na primeira parte do encontro, e que teve que ser conduzido de ambulância para o hospital de Vila Real. Felizmente tudo não passou de um susto e Bruno Santos ao final da noite já pode regressar a casa estando agora em recuperação. Rápidas melhoras para o guardião Reguense e também para o defesa Hugo Ermida que saiu lesionado.

A arbitragem de Mauro Henriques foi desastrosa. Num jogo fácil de dirigir, complicou e de que maneira e com decisões no minino estranhas. Este arbitro já nos habitou a boas arbitragens mas neste jogo este em tarde não.   

Pelo Régua… Tudo!!!

 

Fotos: Eduardo Ribeiro (SC Régua)