Jornal Nova Guarda – Pré-época 2003/2004

Começou a pré-época
Fornos empata no primeiro embate


A Associação Desportiva de Fornos de Algodres, que se apresentou na passada Quarta-feira à noite, e ainda com poucos dias de trabalho, jogou o primeiro confronto neste Domingo, em Celorico da Beira.

 

equipa de Fornos realizou um mini estágio na vila de Celorico, ficando hospedada no Hotel Mira Serra durante esses dias, e aproveitando ainda para disputar um jogo de treino frente ao Sport Clube da Régua.

Quanto à partida em si, apesar do muito calor que se fez sentir, começou da melhor maneira para a formação fornense, onde logo aos dois minutos, numa falha defensiva da Régua, Bártolo aproveitou para deixar para trás o keeper e assim inaugurar o marcador para a sua formação.

Ambas as equipas tentavam trocar a bola entre todos os seus homens, com a turma de José Maria a querer reagir e a canalizar o seu jogo mais pelos flancos.

Aos 11′, surge um livre na zona direita do ataque fornense, para bater o castigo, Paulo Silva foi testar o seu forte pontapé, obrigando o guardião Sérgio a ter de se aplicar a fundo, desviando a bola para canto.

O Fornos iniciou a partida com um onze mais entrosado, conseguindo por isso produzir mais jogadas de bom nível.

Ao minuto 22, através de um canto marcado do lado direito, Paulo Silva obriga Sérgio a nova intervenção. Por volta do minuto 32, a resposta do Régua, com a bola a ser jogada na esquerda e Rómulo a colocar o esférico em diagonal para que Calica pudesse fazer um excelente pontapé cruzado, fuzilando automaticamente Carlitos, sem que este tivesse culpas no golo sofrido, era a igualdade.

De seguida, aos 38′, Santos arranca um cruzamento do lado direito para Bártolo, mas este não consegue dar o melhor seguimento ao lance com um pontapé de bicicleta que saiu ao lado. Um minuto depois, bela triangulação do ataque fornense, com Santos a tocar para Paulo Silva que cruzou para o coração da área, onde surge o “gigante” David ao segundo poste, a cabecear para o fundo das redes do Régua.

O Régua respondeu, mas o intervalo estava a chegar.

Após o reatamento, houve bastantes mexidas nos dois onzes, perdendo o jogo alguma qualidade nestes segundos 45 minutos, mas ainda assim notavam-se várias combinações novas nas duas turmas.

Aos 57′, Santos e Paulo Silva em nova combinação acabam por obrigar o guardião da Régua a uma bela intervenção.

Aos 72′, o Fornos protagoniza mais uma boa triangulação entre Cedric, Paulo Silva e Santos, com este último a não conseguir aumentar a vantagem. No contra-golpe, a equipa da Régua, com uma jogada muito rápida, consegue chegar ao empate por intermédio de Monteiro.

Podemos dizer que foi uma partida com algumas nuances de bom futebol, com o Fornos a realizar um bom jogo no início deste ciclo de jogos de preparação.

As palavras dos técnicos

“Este é mais um treino que estava previsto, uma vez que tínhamos treinado também durante a manhã de modo a entrosar os novos jogadores. Só peço que continuem a trabalhar como até aqui.

Penso que este ano acertámos em cheio com este leque de jogadores.”

Victor Tejo, treinador da AD Fornos de Algodres

“Só começámos o trabalho na Segunda-feira e ainda assim fizemos coisas bonitas, mas isto não é nada.

Só queremos que fiquem quatro equipas atrás de nós. O nosso objectivo para a próxima época é a manutenção na 3ª divisão série B.

Há ainda muito trabalho a fazer, falta-nos posse de bola, mas isso vai ser conseguido com o tempo.”

José Maria, treinador do SC Régua

António Pacheco

Jornal Nova Guarda 30 de Julho 2003